Oração espírita aos anjos guardiões

Oração espírita aos anjos guardiões

Oração espírita aos anjos guardiões – oração espírita para livrar dos maus espíritos, maus acompanhamentos, para dar forças, para uma jornada iluminada.

Oração espírita aos anjos guardiões
Oração espírita aos anjos guardiões

Oração espírita aos anjos guardiões

Espíritos sábios e benevolentes, mensageiros de Deus, cuja missão é assistir aos homens e conduzi-los pelo bom caminho.

Amparai-me nas provas desta vida; dai-me a força de sofrê-las sem lamentações; desviai de mim os maus pensamentos, e fazei que eu não dê acesso a nenhum dos maus Espíritos que tentariam induzir-me ao mal.

Esclarecei a minha consciência sobre os meus próprios defeitos, e tirai-me dos olhos o véu do orgulho, que poderia impedir-me de percebê-los e de confessá-los a mim mesmo.

Vós, sobretudo, meu Anjo Guardião, que velais mais particularmente por mim, e vós todos, Espíritos Protetores, que vos interessais por mim, fazei que eu me torne digno da vossa benevolência.

Vós conheceis as minhas necessidades; que elas sejam satisfeitas segundo a vontade de Deus.

Meu Deus, permite que os Bons Espíritos que me assistem possam ajudar-me, quando me achar em dificuldades, e amparar-me nas minhas vacilações.

Senhor, que eles me inspirem a fé, a esperança e a caridade, que sejam para mim um apoio, uma esperança e uma prova da Vossa misericórdia.

Fazei, enfim, que eu neles encontre a força que me faltar nas provas da vida, e para resistir às sugestões do mal, a fé que salva e o amor que consola.

Oração espírita aos anjos guardiões

Espíritos amados, Anjos Guardiões, vós, a quem Deus na sua infinita misericórdia, permite velarem pelos homens, sede o nosso amparo nas provas desta vida terrena.

Dai-nos a força, a coragem e a resignação; inspirai-nos na senda do bem, detendo-nos no declive do mal; que vossa doce influência impregne as nossas almas; fazei que sintamos a presença, ao nosso lado, de um amigo devoto, que assista os nossos sofrimentos e participe das nossas alegrias.

E vós, meu Anjo Bom, nunca me abandoneis. Necessito de toda a vossa proteção, para suportar com fé e amor as provas que Deus quiser enviar-me.

Allan Kardec

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *